O primitivismo em Mario de Andrade, Oswald de Andrade e Raul Bopp

O primitivismo em Mario de Andrade, Oswald de Andrade e Raul Bopp

R$ 36,40
. Comprar  

Abílio Guerra

Romano Guerra, São Paulo; 1ª edição, 2010
Coleção RG bolso
Apoio cultural: Solvay Indupa e Senac São Paulo.
edição em português 
brochura 
328 p 
10 x 17 x 2 cm 
300 g 
preto e branco 
ISBN 978-85-88585-24-9 
CDD 869.909 G934p
história (história moderna)
 

sobre o livro
O tema aqui desenvolvido – o primitivismo do homem brasileiro – é entendido por Abilio Guerra na sua dupla conexão com as produções intelectuais europeia e brasileira. O evoluir do conceito homem brasileiro, do século 19 à primeira metade do século 20, resulta da evolução mais larga e complexa da nossa vida cultural, onde o contato sempre presente com o pensamento europeu não impediu uma especificidade flagrante das investidas tupiniquins no mundo da arte e das ciências humanas.
Admitir uma evolução cultural ao mesmo tempo conectada e diferenciada em relação à Europa é uma maneira de colocar na prática a lição de Sílvio Romero: a de que todo sistema de imitação possui uma lei individual de progredir.
Apoio cultural: Solvay Indupa e Senac São Paulo.
 

sobre o autor
Abilio Guerra Arquiteto pela FAU PUC-Campinas (1982), professor da FAU Mackenzie. Mestre e doutor em História pelo IFCH-Unicamp, editor de vitruvius.
• Prazo para postagem:
Veja também